ATENÇÃO:
Home / Notícias / Associados / Servidores do Poder Judiciário intensificam paralisações após assembleia geral

Servidores do Poder Judiciário intensificam paralisações após assembleia geral

Por Devanyse Mendes/ASPJ-PE

09/06/2017

Sob sons de apitos e palavras de ordem, servidores do TJPE participaram de uma assembleia e de um grande ato em frente ao Edifício Paula Batista, na Rua Dr. Moacir Baracho. Os representantes da Associação dos Servidores do Poder Judiciário de Pernambuco (ASPJ-PE), do Sindjud-PE e do Sindicato dos Oficiais de Justiça lideraram o movimento, que reivindica a reposição dos 18% de perdas inflacionárias e do reajuste no IPCA da categoria.

Mais uma vez não houve posicionamento do presidente do Tribunal de Justiça acerca da reunião com o governador de Pernambuco, Paulo Câmara. Insatisfeitos, os servidores resolveram manter as paralisações para continuar chamando a atenção do Tribunal e da sociedade.

O presidente da ASPJ-PE, Roberto Santos, deu sugestões de medidas a serem tomadas na campanha. “O recesso parlamentar começa a partir do dia 30 de junho. Por isso, o projeto de lei sobre o nosso aumento salarial deve ser definido até esta data. Além disso, também devemos fazer um novo grande ato, até o dia 22 de junho, e assim chamar mais atenção para o nosso pleito. Precisamos ter essa organização para tomar medidas mais concretas”, explicou.

O servidor Octávio Macário opinou sobre o momento vivido pelos servidores. “Muitos que estão conosco podem sofrer com o desconto das faltas e represálias. O nosso movimento deve ser inteligente e responsável na condução do processo.  Temos que agir com responsabilidade para não prejudicar ninguém”, disse.

Após discussão das propostas, ficou decidido que uma nova paralisação será realizada, em período integral, no dia 14 de junho. No mesmo dia, também será realizada a próxima assembleia da categoria, em frente ao Edifício Paula Batista, às 14h. A próxima mobilização vai deliberar sobre o rumo das paralisações e os encaminhamentos após a posição do Poder Judiciário.