ATENÇÃO:
Home / Notícias / Destaque / ASPJ-PE contrata escritório de advocacia em Brasília para tratar caso do Enquadramento dos PJ-III

ASPJ-PE contrata escritório de advocacia em Brasília para tratar caso do Enquadramento dos PJ-III

altAgJGS-lagjPpJJ3XaBvr9K5Sbv0-t2ces5eMGyrGirS8Por Assessoria de Comunicação

A diretoria da ASPJ-PE, representada pelo vice-presidente da entidade, Roberto Santos, viajou à Brasília no fim do mês de setembro para estreitar relações com o escritório de advocacia Fernando Torreão. O encontro resultou na contratação da empresa para acompanhar, com mais proximidade, o caso do Enquadramento dos antigos técnicos judiciários – PJ-III, além de dar seguimento aos demais assuntos jurídicos da Associação.

O técnico judiciário Gilberto Valença, lotado na Comarca de Jaboatão, é um dos beneficiários na ação de Enquadramento. O servidor também compareceu à reunião em Brasília.

O escritório de advocacia Fernando Torreão atua especificamente com processos em tramitação nos Tribunas Superiores. Ao tomar conhecimento da ação de Enquadramento dos antigos técnicos, o advogado e sócio do escritório, Fernando Torreão, mostrou-se preocupado e surpreso, pois o processo havia chegado ao gabinete no dia 25 de agosto, e no dia seguinte, recebeu uma decisão monocrática não reconhecendo o Agravo em Recurso EsaltAvnYRjJ1MWbnY_mvf5u4jut7JgZetE6F_kRM2q6Frzxcpecial. No entanto, o advogado está otimista quanto ao Agravo Regimental, interposto pela ASPJ-PE no dia 21 de setembro.

Segundo o vice-presidente, Roberto Santos, o próximo passo da ação será dar destaque ao Agravo Regimental para que não seja apreciado, sem antes passar por uma análise minuciosa. Para isso, o dr. Fernando Torreão comparecerá aos gabinetes do Ministro Relator, Herman Benjamin, e dos demais integrantes da 2ª Turma do STJ, com o objetivo de debater com eles a complexidade do processo.