ATENÇÃO:
Home / Notícias / Associados / II Ciclo de Palestra – A Tríplice da Prosperidade tem recorde de público

II Ciclo de Palestra – A Tríplice da Prosperidade tem recorde de público

Por Devanyse Mendes/ASPJ-PE

O auditório da ASPJ-PE ficou lotado, neste sábado (16/03), para receber o II Ciclo de Palestra – A Tríplice da Prosperidade. O evento é idealizado pelo servidor, palestrante e empreendedor Davis Lopes, com apoio da ASPJ e do IPANEC.

Nesta edição, o público contou com as palestras: “O Poder da Comunicação de Alto Impacto”, ministrada pelo Especialista em Comunicação Emocional e Neuropractioner e Practioner em Programação Neurolinguística, Julio Pascoal; “Propósito Inabalável”, com o Master Coach, Empreendedor e CEO da Upgrowth, Felipe Romariz; e a palestra “Empreendedorismo”, com Davis Lopes. Ao final das explanações, ainda houve a apresentação do Case de Empreendedorismo Social “Projeto Naturallyz”, incubado no Porto Social e desenvolvido pela Nutricionista e Personal Chef, Adha Dhessyré Santos.

Marcaram presença no evento, o presidente da ASPJ-PE, Roberto Santos, o secretário geral, Fausto Negromonte, e o coordenador do IPANEC, professor Paulo Joviniano Alvares. O presidente Roberto Santos agradeceu a presença de todos e parabenizou ao servidor Davis Lopes pela iniciativa de sucesso.

 

Julio Pascoal comentou sobre o objetivo da sua palestra. “A minha intenção é mostrar que a partir da comunicação emocional é possível melhorar a forma de se relacionar com o mundo e com as outras pessoas. Foi muito gratificante para mim poder levar esse tipo de conhecimento para os servidores e associados da ASPJ-PE”, afirmou Julio.

Após o evento, o palestrante Felipe Romariz falou sobre a importância de encontrar um propósito para a vida. “Encontre o seu propósito inabalável por que quando isso acontece, nada mais impede você de fazer o que deseja. O público esteve muito animado e ansioso para aprender as técnicas de como dar sentido ao que fazemos na vida e ainda conseguimos arrecadar alimentos para doar a uma ONG”.