ATENÇÃO:
Home / Notícias / Associados / Nota oficial sobre os rumos das negociações com o TJPE

Nota oficial sobre os rumos das negociações com o TJPE

Por Diretoria ASPJ-PE

É de conhecimento dos nossos colegas servidores, que a Associação dos Servidores do Poder Judiciário de Pernambuco (ASPJ-PE) juntamente com as demais entidades de representação vem se empenhando incansavelmente garantir o cumprimento da pauta de reivindicações, definida em Assembleia Geral pelos servidores.

Em diversas reuniões, foi passada a ideia de uma previsão de reajuste, onde o percentual ficaria entre 4% a 6%, o que levou as Entidades a ter uma postura cautelosa sobre as mobilizações, não declarando greve. Estávamos confiantes no avanço das negociações devido à palavra do Diretor Geral e do Assessor Especial, em nome da Presidência do Poder Judiciário do Estado de Pernambuco. Em virtude disso, muitas reuniões foram adiadas, postergando ainda mais o andamento do nosso processo de negociação.

A resposta, insatisfatória, do TJPE foi a promessa de um percentual somente para o ano que vem, dependendo de recursos orçamentários e da aprovação do Pleno, além do encaminhamento de Projeto de Lei neste sentido.

A nossa classe de servidores vem sendo continuamente desrespeitada e tendo os seus direitos negados, em detrimento de outras prioridades do Poder Judiciário Pernambucano. Desde a gestão passada, foi prometido aos servidores o reajuste do auxílio-saúde e a possibilidade de opção de mestrado-doutorado para 02 (dois) pós-graduação, sendo uma delas, em especialização. Outro ponto, já definido em rodada de negociação foi a criação de uma política de remoção, mas até hoje nenhuma dessas promessas foi efetivamente concretizada.

A nossa solicitação enquanto Associação é que o presidente do TJPE, Des. Adalberto Oliveira, assuma a mesa de negociações e contribua com as Entidades de representação para que consigamos alcançar uma proposta satisfatória para os servidores, que são a força motriz do Poder Judiciário de Pernambuco.