ATENÇÃO:
Home / Notícias / Geral / CNJ discute padrão de trabalho para servidores do Judiciário

CNJ discute padrão de trabalho para servidores do Judiciário

02a10eknRepresentantes do Comitê Organizador da Copa do Mundo da Fifa estiveram nesta quarta-feira (29/1) no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para debater e definir regras de acesso e controle dos servidores da Justiça nos estádios, durante a Copa do Mundo. A intenção do CNJ é elaborar um protocolo padronizado de trabalho para os servidores do Judiciário dos Juizados dos Torcedores e do Juizado da Infância e Juventude, para o caso de questões envolvendo crianças e adolescentes nos estádios e nas proximidades durante a Copa. Durante o encontro, ficou decidido, em princípio, que apenas um juiz e um servidor poderão ser escalados por dia, para trabalhar no estádio, sendo que nenhum deles terá acesso à arquibancada ou áreas VIPs durante o jogo.

A Fifa também estudará a possibilidade de reservar uma vaga no estacionamento de cada estádio para um servidor do Judiciário em serviço. Também deverá fornecer um local para o atendimento judiciário dentro de cada estádio, que seguirá um número restrito de funcionários, ainda a ser definido. Para o diretor de Relações Institucionais do Comitê Organizador Local (COL), Rogério Caboclo, a reunião com o CNJ conseguiu delinear uma forma de trabalho em conjunto, entre o Poder Judiciário, a COL e a Fifa.

“A padronização é fundamental para evitarmos incidentes e facilitarmos o trabalho da Justiça nos estádios”, reforçou o presidente do Fórum Nacional de Coordenação das Ações do Poder Judiciário para a Copa do Mundo Fifa 2014, conselheiro Paulo Teixeira. “Esse é um regramento que precisa ser construído em conjunto. Tribunais e Fifa devem saber quantas pessoas deverão ser credenciadas e até onde elas terão acesso”, completou.

No dia 19 de fevereiro o CNJ deverá fazer nova reunião, desta vez com os tribunais, para levar as sugestões da Fifa aos magistrados. A ideia é que cada tribunal indique um representante do grupo de servidores que trabalharão nesses estádios durante o período.