ATENÇÃO:
Home / Notícias / Associados / Pleito da ASPJ-PE e Sindjud-PE é seguido pela AMEPE, em reunião com a presidência do Tribunal

Pleito da ASPJ-PE e Sindjud-PE é seguido pela AMEPE, em reunião com a presidência do Tribunal

Por Devanyse Mendes/ASPJ-PE

O presidente da AMEPE, o juiz Ígor Rêgo, reuniu-se com a presidência do TJPE e, além das solicitações da magistratura, também seguiu no mesmo sentido do pleito da ASPJ-PE e do Sindjud-PE após a divulgação do Plano de Contingenciamento. A reunião aconteceu, na última segunda-feira (13), e contou com a participação do presidente do Tribunal,  desembargador Fernando Cerqueira, e do Secretário de Gestão de Pessoas do Tribunal, Marcel Lima.

A AMEPE também ingressou, na terça-feira (14), com um pedido de providências no Conselho Nacional de Justiça, integrando no documento parte da pauta levantada pelas entidades de representação dos servidores.

Por sua vez, a diretoria da ASPJ-PE impetrou um Mandado de Segurança e está pedindo urgência na sua apreciação junto ao TJPE. A Associação ressalta ainda que, no momento de elaboração do Plano de Contingenciamento, não foi incluída na discussão a reestruturação das funções comissionadas e dos cargos em comissão, sendo preferível cortar diretamente dos servidores. Segundo consta no relatório da justiça de 2019, soma-se R$ 53.079.226,00 e R$ 67.093.559,00, respectivamente, as despesas com aluguéis, energia, água, insumos, serviços de comunicação, frota de veículos, limpeza, manutenção e várias outras despesas de custeio que podem e devem ser reduzidas.

A ASPJ-PE vai continuar cobrando do TJPE novas medidas para redução de custos que não afetem os servidores, já que estes continuam trabalhando e mantendo em dia a produtividade do Poder Judiciário de Pernambuco.